Dia do Silêncio

meditation silence.png

Luiza Hummel (https://www.linkedin.com/in/kavanahmeditation/) é estudiosa e instrutora de meditação e mindfulness e proprietária da Kavanah Meditação.

“Silencio é essencial. Precisamos do silencio assim como precisamos de ar, assim como as plantas precisam de luz. Se nossas mentes estiverem abarrotadas de palavras e pensamentos, não há espaço para nós.”   Thich Nhat Hanh, “Silêncio”

Em uma era em que as pessoas se sentem cada vez mais livres para falarem e se expressarem, em que a quantidade de informações e estímulos só crescem, onde entra a importância do silêncio?

Sinto que muitas pessoas já estão se dando conta da sua importância. Não só o silêncio da palavra, mas também o silêncio do não fazer nada. O silêncio interno, não aquele do isolamento acústico. Aquele que te permite entrar em contato com os pensamentos em sua mente, perceber suas emoções e notar profundamente as sensações em seu corpo. Aquele que te coloca em contato com tudo o que está presente e não exige que você faça algo a respeito. 

Isto é uma forma de meditação. Meditar, diferente de não pensar em nada, é aprender a direcionar nossos pensamentos e focar de forma relaxada em algum elemento presente. Este elemento pode ser a nossa respiração, as sensações do corpo, os sons à nossa volta entre outros...

No mundo corporativo, em meio a tarefas e exigências de atualizações, a prática do silêncio e da meditação tem muitos benefícios, como por exemplo a redução de estresse por diminuição dos níveis de cortisol e adrenalina. De acordo om um estudo de 2006 dois minutos de silêncio é tempo o suficiente para aliviar a tensão no corpo e no cérebro, e é mais relaxante que escutar música. Essas mudanças foram detectadas por variações da pressão sanguínea e da circulação do sangue no cérebro.

 

O resultado aparece no próprio cérebro. Alguns exames de imagens mostram a diferença entre os cérebros de pessoas que nunca meditaram e os de pessoas que meditam há alguns meses e fica perceptível a diferença de massa cinzenta em áreas que estão relacionadas à aprendizado, memória, foco, raciocínio e concentração.

 

Também contamos com outros tipos de melhorias como:

·         Alívio da dor

·         Aumento da imunidade

·         Controle da ansiedade

·         Regulação das emoções

·         Ganho de resiliência

·         Melhora nos relacionamentos

·         Clareza para a tomada de decisões

·         Mais criatividade

·         Melhora da comunicação


O que encontramos nesta prática do silêncio é um treinamento para nossa mente ficar presente. Um treinamento para aqueles momentos em que mesmo fora do silêncio, estaremos mais conscientes e não perdidos em uma enxurrada de pensamentos e preocupações.

 

Neste momento, te convido a experimentar o silêncio. Fique agora, por dois minutos, sem fazer nada, apenas reparando em sua experiência. Com os olhos abertos ou fechados, perceba a sua postura, a sua respiração, os sons presentes à sua volta e, se desejar, até mesmo os seus pensamentos.

 

Abrace o silêncio.